Falta de Ar na Gravidez, Informações Importantes

O tema é Falta de Ar na Gravidez, um sintoma que é bastante comum durante a gravidez, e mesmo assim deixa as mulheres sempre muito preocupadas, especialmente quando estas são marinheiras de primeira viagem.

Mas afinal de contas será que é normal esse sintoma na gravidez? A resposta é sim até certo ponto, pois uma leve falta de ar, é normal, especialmente nos últimos meses.


E ela pode ser motivada por fatores como a dilatação dos vasos sanguíneos, aumento exagerado de peso entre outros.

A maior reclamação geralmente se dá pelo desconforto que essa falta de ar provoca, e 60% das mulheres podem sentir esse sintoma durante a gestação, especialmente após o segundo trimestre, no entanto, algumas os sentem já desde o início.


É Normal Falta de Ar?

Como já disse em termos, a falta de ar é normal durante a gravidez. No entanto existem outros sintomas que podem causar a falta de ar como doenças respiratórias, obesidade, reações alérgicas, problemas cardíacos entre outros.

Conforme o útero vai aumentando também, fica mais apurada essa sensação de falta de ar ou respiração ofegante, e por isso a gestante ficas tão preocupada.

Causas possíveis

Em termos, essa falta de ar é normal, isso por conta da dilatação dos vasos sanguíneos, devido as mudanças hormonais no organismo,  a diminuição do espaço na caixa torácica, aumento exagerado do peso,  os músculos dos pulmões e dos brônquios também podem ficar mais relaxados dificultando a respiração.

E até a questão da ansiedade das mãe também pode ser motivo para a falta de ar.

Até ai pode ser normal, pois são realmente sintomas de gravidez.

Podem ainda acontecer outras causas de falta de ar como:

  • Doenças do coração
  • Bronquite ou asma
  • Gravidez de gêmeos
  • Aumento de peso
  • Ansiedade e stress
  • Excesso de atividade física

Durante a gravidez, a mulher  também produz mais ou menos 2 litros a mais de sangue o que sobrecarrega o coração, exigindo um bombeamento muito maior.

Por isso os batimentos cardíacos que em situação normal são de mais ou menos 70 por minuto, podem chegar a 100.

Quanto tempo dura a Falta de Ar?

O tempo de duração pode depender do que está causando, pois se for o caso da ansiedade e nervosismo, vai durar até que a mulher consiga controlar seu emocional.

Já se for  pela compressão dos e os outros sintomas acima descritos, poderá durar até o final da gravidez, somente aliviando a partir lá da 36ª semana, que é quando o bebê vai descer e se encaixar na pelve, aliviando a pressão e aquela sensação de desconforto.

Quando acontece por cansaço da mulher, basta descansar para que essa sensação passe.

Quando você deve se atentar com a falta de ar

Bom, agora você já sabe que a falta de ar é comum na gravidez, mas é sempre muito importante estar atenta. Essa falta de ar só será normal como um fator isolado, pois em conjunto com outros sintomas de desconforto, já deve ser um motivo para comunicar ao médico.

Sintomas anormais associados a falta de ar:

  • TAQUICARDIA
  • DOR NO PEITO
  • FEBRE
  • PALPITAÇÕES
  • CÃIBRAS
  • MÃOS E PÉS GELADOS
  • PULSAÇÃO ACELERADA
  • ARREPIOS
  • TOSSE
  • UNHAS E LÁBIOS ARROXEADOS

Esses são sintomas de pressão alta ou problemas de coração que devem ser cuidados com atenção DE IMEDIATO PARA QUE NEM A MÃE NEM O BEBÊ SEJAM COLOCADOS EM RISCO.

A falta de ar também pode estar relacionada a anemia, sendo necessário comentar com o médico sobre o assunto.

em casos onde a mulher já tem histórico de crises de bronquite ou asma, ou de algum outro problema pulmonar, também deverá consultar o médico sem perda de tempo caso tenha febre, pés e mãos frios e outros sintomas aqui já citados.

Existe algum risco pro bebê?

Não. Apesar de o desconforto ser grande para a mãe, o bebê terá o suprimento adequado de oxigênio através do cordão umbilical, até enquanto se trata de sintomas e causas normais na gestação.

A partir dos sintomas e causas anormais, já é necessário consultar o médico imediatamente.

O que fazer

Se os sintomas são normais de acordo com o descrito acima, o que a mulher grávida poderá fazer é evitar esforços físicos exagerados, deitar-se de lado e não de barriga para cima, procurar apoiar a barriga com um travesseiro para ficar o máximo confortável possível na hora de dormir e também buscar dormir com travesseiro mais alto. Outra coisa é buscar controlar a ansiedade, respirar fundo e se acalmar.

Mas fazer exercícios, leves como tranquilas caminhadas, hidroginásticas, podem ser opções para controlar a respiração e superar esse problema.

Outra coisa é se dar ao luxo de descansar bastante sempre que puder, e investir numa dieta equilibrada e saudável para manter um peso adequado e mais disposição.

Caso a mulher sinta outros sintomas de acordo com os anormais descritos acima, deverá imediatamente buscar ajuda médica para que esses sintomas sejam corrigidos.

Quando procurar o médico

Só se sentir muita dificuldade em respirar, e se ficar com as pontas dos dedos e lábios arroxeados, dor no peito e pulsação acelerada, febre.

Então é isso, agora você já está a par do que pode ser normal ou não quando se trata de Falta de Ar na Gravidez. Fique esperta!!!


Leia também: