Como plantar Coco, Seu Crescimento e Produção, Confira

Sabendo do valor nutritivo que o leite e a água de coco tem para o organismo, vale a pena pensar na ideia de começar a cultivá-los, especialmente se temos um bom espaço para isso.

Rico em nutrientes e propriedades medicinais, essa castanha é considerada um super alimento e além das muitas vitaminas também apresenta alguns minerais muito necessários para a saúde do organismo.


Por isso, vamos a partir de agora citar algumas dicas para quem não sabe como plantar coco, mas deseja aprender para fazer sua própria plantação.

O que é, Cocos Nucífera

Coco Nucífera é o nome científico dado ao famoso Coco-da-baia uma castanha cuja origem é asiática, mas que em nossos dias, e encontrado em diversas regiões tropicais, inclusive aqui no Brasil onde é muito valorizado como alimento.


O coqueiro, planta que produz os cocos Nucífera podem chegar a uma altura de até 30 metros trazendo folhas grandes e pinadas que podem alcançar um comprimento de 6 metros, destacando-se entre outros arbustos mais baixos.

Nomes Populares

Além de Coco Nucífera como é conhecido cientificamente, o Coco ainda recebe outros nomes, tais como: Coco, Coco-da-baia, Coqueiro-da-Índia, Coco-da-praia, Coqueiro e Coqueiro-anão.

Como é o plantio

Antes de decidir optar pelo cultivo de Coco Nucífera, é importante lembrar que essas castanhas só conseguem produzir em regiões mais quentes onde a temperatura média anual fica por volta dos 27º C e também onde a precipitação das chuvas alcancem a pelo menos 1,5 mil milímetros ao ano. Além disso, o início do plantio deve começar assim que chega a estação das chuvas, do contrário, será necessário um sistema de irrigação secundário e, nesse caso, precisará ter água sempre a disposição.

Entre as variedades de Coco para o plantio, a espécie anã, exige mais nutrientes e mais água, mas também começa a produzir mais cedo, enquanto a espécie gigante, exige menos cuidados, porém leva pelo menos 8 anos para começar a produzir.

Trinta dias antes de plantar as mudas é preciso abrir as covas em tamanho de 60 X 60 X 60 ou então de 80 X 80 X 80 preenchendo-as com uma mistura de terra, 800 gramas de Superfosfato Simples e mais 3 kg de adubo orgânico. Trinta dias depois, fixe a muda no solo sem enterrar o caule e certifique-se de que ela ficará bem firme.

Passados 30 dias do plantio, dissolva na água 300 gramas de ureia e 200 gramas de cloreto de potássio e acrescente então na cova para aumentar o poder de adubação.

Atenção – em terrenos com poucos espaços, melhor é optar pela espécie de coqueiro híbrido, uma mistura do coqueiro gigante com o coqueiro anão que necessita menos espaços para o cultivo sem comprometer a produção.

Condições para o crescimento

Para quem quer saber como plantar coco, é bom saber logo que o Coqueiro gosta tanto de chuva como de sol.

Por isso, precipitações acima de 1500 mm bem distribuídas e o sol em torno de 2.000 horas ao ano, são condições ideais para que a planta se desenvolva com muita saúde.

Mas também é preciso levar em conta a temperatura na região, pois temperaturas abaixo de 17º C podem prejudicar o desenvolvimento das plantas e comprometer o investimento.

Com respeito às horas de sol anuais para a produção de coco, um ano que apresente 1800 horas anuais de sol, ou talvez um pouco menos, já é o suficiente para começar a comprometer a produção.

Ainda com respeito ao solo, apesar da adubação exigida como já comentamos acima, a textura do solo mais apropriada é a arenosa ou areno-argilosa com o lençol freático com no máximo 4 metros de profundidade.

Além disso, para o melhor cultivo, é preciso evitar os locais onde o solo fica constantemente encharcado.

Quando começa produzir

Quando tudo corre bem no cultivo dos coqueirais a espécie de coqueiro Anão pode começar a produzir a partir do segundo ano depois do plantio, enquanto que a especie de coqueiro Gigante começa a sua produção a partir do quinto ou sexto ano após o plantio.

Em média se colhe 12 cachos por ano do coqueiro Gigante enquanto que o coqueiro Anão pode fornecer até 14 cachos de coco por ano.

Ao chegar aos 10 anos de vida, um coqueiro Gigante pode produzir até 80 cocos por ano enquanto que um coqueiro da espécie Anão chega a produzir até 120 cocos.

Porém, para que essa estimativa na produção possa de fato ser uma realidade, todos os cuidados precisam ser tomados para o cultivo, a começar pela escolha das mudas.

Por isso, assegure-se de que as mudas a serem adquiridas sejam certificadas e que apresentem a garantia de qualidade exigida pelos órgãos competentes e evite prejuízos e muita dor de cabeça.

Como Evitar pragas

Aqueles que desejam aprender como plantar coco, devem saber que quando se tem o cuidado com respeito as mudas de coco certificadas, também é possível ter alguma garantia contra a infestação de pragas.

Existem pelo menos 48 espécies de pragas que atacam os coqueirais entre elas podemos destacar as principais que são: As Lagartas do coqueiro que se não forem combatidas, matam o coqueiro, os cupins e as baratas do coqueiro.

A prevenção e o controle das pragas é geralmente feito com o uso de inseticidas específicos para cada tipo de praga. A indicação correta deve ser feita por um agrônomo responsável que antes irá avaliar as possibilidades para a infestação dessas pragas na plantação para somente depois indicar as melhores opções entre os inseticidas.


Leia também: